InícioPolicialSoldado da PM é morto a tiros na interligação Anchieta-Imigrantes, em Cubatão. 

Soldado da PM é morto a tiros na interligação Anchieta-Imigrantes, em Cubatão. 

Na madrugada desta sexta-feira (26), o soldado Marcelo Augusto da Silva, de 28 anos, foi vítima de um trágico episódio ao ser alvejado a tiros na interligação da rodovia Anchieta-Imigrantes, em Cubatão, na Baixada Santista.

Marcelo, que integrava a Operação Verão em Praia Grande, voltava para sua residência, em Diadema, na região metropolitana de São Paulo, por volta das 2h30, quando foi atacado enquanto pilotava sua motocicleta. A arma do policial militar não foi localizada e suspeita-se que tenha sido roubada.

Surpreendentemente, o caso foi registrado como homicídio, e não como latrocínio, na Delegacia de Cubatão, apesar da ausência de indícios de roubo, já que a moto da vítima não foi levada. A Secretaria Estadual da Segurança Pública (SSP) informou que policiais militares rodoviários foram acionados para um incidente de disparo de arma de fogo, encontrando o soldado ferido ao lado de sua motocicleta. Infelizmente, a equipe de resgate constatou seu óbito.

No local do crime, peritos recolheram dez cápsulas de calibre 9 mm e 12 de pistola ponto 40, arma padrão da Polícia Militar. A hipótese inicial da investigação sugere que o soldado Marcelo tenha trocado tiros com criminosos enquanto sua moto estava em movimento.

O corpo do soldado apresentava oito perfurações, sendo atingido na cabeça e no abdômen, como apontado pelos legistas. A polícia civil de Cubatão está investigando a possibilidade de câmeras de segurança na rodovia registrarem o crime.

Marcelo Augusto da Silva era lotado no 38º Batalhão da Polícia Militar, na zona leste paulistana. Segundo informações da polícia civil, o ataque ocorreu cerca de meia hora após o término do serviço do soldado na Operação Verão. A comunidade policial e a população aguardam mais detalhes sobre esse triste acontecimento.

Facebook Comments

Artigos relacionados

Mais lidos