InícioCubatãoEstudo revela: Vila Esperança tem 19.283 habitantes, 11.924. solteiros (as) além de...

Estudo revela: Vila Esperança tem 19.283 habitantes, 11.924. solteiros (as) além de 3.514 animais de estimação.

Prefeitura de Cubatão Revela Detalhes do Diagnóstico Socioeconômico da Vila Esperança durante Obras de Urbanização.

A Prefeitura de Cubatão divulgou um abrangente diagnóstico socioeconômico da Vila Esperança, um dos bairros mais densamente povoados da cidade, que atualmente está passando por uma significativa fase de urbanização. Este estudo, realizado por meio de pesquisas porta a porta e com o auxílio de tecnologias avançadas, como drones para mapeamento da comunidade, ofereceu uma visão detalhada das condições atuais do bairro, abordando uma ampla gama de aspectos, desde dados demográficos até a situação dos serviços básicos essenciais.

Resultados do Estudo:

1. População:
O estudo, conduzido entre maio e outubro de 2023, dividiu o bairro em 14 setores e estimou a população da Vila Esperança em 19.283 pessoas, distribuídas em 8.801 edificações. Isso representa 17,14% da população total de Cubatão, conforme o censo de 2022 do IBGE.

Resultado do estudo foi apresentado no auditório do SENAI-Cubatão.

2. Perfil Populacional:
O perfil demográfico revelou que a faixa etária predominante na Vila Esperança é de 30 a 59 anos, abrangendo 40,8% da população. Além disso, a maioria dos moradores é do sexo feminino (51,3%), e a identidade de gênero cisgênero é prevalente (97,3%).

3. Estado Civil, Origem e Empregabilidade:
Em relação ao estado civil, a maioria dos entrevistados é solteira (61,8%), e a origem da população é diversificada, com uma significativa porcentagem de residentes naturais de Cubatão (48,4%). Quanto à empregabilidade, 64,5% têm carteira assinada, 21,1% são autônomos, e 10% trabalham informalmente.

4. Animais de Estimação:
O levantamento revelou a presença de 3.514 animais de estimação na Vila Esperança, sendo a maioria cães (48,8%) e gatos (48,8%).

5. Serviços Básicos e Essenciais:
A situação dos serviços básicos e essenciais mostrou que parte significativa das edificações ainda utiliza formas precárias de acesso à energia elétrica e abastecimento de água, evidenciando a necessidade de melhorias na infraestrutura urbana.

Impacto e Planejamento Futuro:

A exposição dos dados ocorreu no auditório do Senai Cubatão, com a presença do prefeito Ademário Oliveira e da equipe de secretários municipais, destacando-se as pastas de Habitação e Planejamento, envolvidas no estudo. O diagnóstico servirá de base para o desenvolvimento de políticas públicas mais eficazes e direcionadas à Vila Esperança, auxiliando no processo de urbanização em andamento.

Prefeito Ademário Oliveira durante a apresentação do Diagnostico Socioeconomico da Vila Esperança.

 

O prefeito ressaltou a importância desses dados para orientar ações concretas e humanitárias, visando não apenas a habitação, mas também melhorias em infraestrutura, mobilidade urbana, saúde, educação, entre outros aspectos. Além disso, o diagnóstico contribuirá para a integração da Vila Esperança à cidade de Cubatão, promovendo qualidade de vida e segurança para os moradores.

Conclusão:

O diagnóstico socioeconômico da Vila Esperança oferece uma visão abrangente e detalhada das condições da comunidade durante o processo de urbanização. Com dados precisos e informações valiosas sobre a população e a infraestrutura local, a Prefeitura de Cubatão está preparada para implementar políticas públicas mais eficazes e promover o desenvolvimento sustentável do bairro. Essa iniciativa representa um passo significativo em direção a um futuro mais próspero e inclusivo para todos os habitantes da Vila Esperança.

Facebook Comments

Artigos relacionados

Mais lidos